quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Uma placa (nunca) esquecida

Reno Viana *




Ainda está para surgir desafio que não possa ser enfrentado pelo audaz repórter fotográfico J. C. D'ALMEIDA. Desta vez eu o desafiei a conseguir uma foto da esquecida placa que registrava homenagem prestada a GLAUBER ROCHA em Vitória da Conquista, nossa terra natal, em 1981, pouco tempo após a morte prematura do polêmico cineasta baiano.

Eis aí a foto e a placa.

Foi na ocasião noticiada por esta placa que eu, ainda adolescente, no desativado Cine Madrigal, pela primeira vez assisti a um filme de GLAUBER. Naquela oportunidade não consegui entender nada. Mas as imagens fortes e contundentes nunca mais foram esquecidas.

Depois voltei a ver esses filmes em cinemas de Salvador, inclusive várias vezes na Sala Walter da Silveira, na Biblioteca Central dos Barris. Nessa mesma época, vi também em videocassete, através das antigas fitas VHS. Mais tarde em DVD. Mais recentemente no You Tube. Há pouco tempo em uma Smart TV...


Ao longo dos anos, o esforço hermenêutico de tentar compreender a mensagem de GLAUBER ROCHA acabou se confundindo com a minha própria busca pessoal para entender a realidade, o significado da vida e o sentido da existência. Uma busca e um esforço que prosseguem, incessantes, sempre em diálogo permanente com a obra cinematográfica do nosso conterrâneo ilustre e genial...


* Reno Viana é Juiz de Direito na Bahia.



O repórter fotográfico J. C. D'ALMEIDA


Deus e o Diabo na Terra do Sol,
filme lançado por Glauber Rocha em 1964.